Consumo e estoque saudáveis - Especial Coronavírus

Estou indo às compras mas não tenho ideia do que comprar! Como saber se estou comprando em excesso ou não? Hoje vamos falar sobre planejar comprar sem excesso.

Perguntinha difícil... Mas vou tentar simplificar. Um ponto que tem sido bem discutido é como o pânico leva as pessoas a comportamentos disfuncionais, de acumulação, de baixa empatia, de busca de garantias sempre insuficientes e pensamentos de intolerância a uma possível escassez.

Sim. Enquanto alguns tem um estoque em casa para evitar escassez, outros enfrentam escassez justamente por isso. Muitas pessoas não têm hábito de estocar alimentos e produtos de limpeza. Muitos têm hábitos de compras diários, ou compram porque acabou. Nesse momento é importante o planejamento. Antes de sair às compras, faça uma lista.

O ideal é se planejar para no máximo 4 semanas. Se você guardou a nota fiscal da última compra, aproveita que você tem ouro na mão! Se você vai às compras por semana, multiplique sua lista por 4. Se você vai às compras por quinzena, multiplique sua lista por 2. Se você vai às compras por mês, mantenha sua lista. Tenha um cuidado especial em dimensionar os produtos de limpeza! Não esqueça que você vai usar as dependências da sua casa muito mais do que em outros momentos! Se você não vai às compras, comece anotando seus hábitos diários. Seus dias serão repetitivos, em sua maioria. Aproveita e vê o vídeo sobre rotina saudável. Multiplique por 30. Escolha alimentos simples, versáteis que atendam a várias receitas. Enjoar da comida de casa sem poder sair de casa, não é uma boa opção... Uma dica para todos os casos: inclua itens de luxo gastronômico! Mas poucos! Aqui em casa, eu escolhi um chocolate vegano que eu amo! Meu marido escolheu um pote de sorvete! Sabemos que alimentos dão um gostinho especial no nosso dia. Não os deixe de fora da lista! Pesquisa no youtube sobre como montar lista mensal. O que não faltam são pessoas falando disso! Mas e agora? Para saber quando a minha compra é excessiva ou não, criei as 3 perguntas abaixo que podem ser uteis para reflexão e decisão: - O item que eu vou comprar é um item limitado no mercado e eu já estou no segundo mercado para comprar? - o item que eu vou comprar eu já tenho em casa? - o motivo da minha compra é o medo de faltar ou é porque é de consumo real em até 4 semanas? Se você responder ‘sim’ a uma dessas perguntas, pare e não compre. Na administração, estoque parado pode significar perda de dinheiro além de uso de um espaço que pode ser utilizado para outra finalidade. Para a psicologia, estoque parado também não é saudável. Há um pedido real dos estabelecimentos de venda de bens de consumo para evitarmos acumulação desnecessária. Vale lembrar que não temos até o momento uma previsão concreta de quando estaremos liberados para sair de casa. Ou seja, nunca vamos poder quantificar o suficiente. Lidar com a incerteza é quase um imperativo no momento. Use essas 3 perguntinhas para praticarmos o estoque consciente e principalmente a empatia em tempos de escassez e incerteza. Aproveite da melhor forma possível esses dias!

Gostou desse artigo?

Texto desenvolvido por Márcia Verônica de Paiva Machado, Psicóloga formada pela PUC-Rio (CRP 05/35863).

Terapeuta Certificada pelo Instituto Albert Ellis em Terapia Racional-Emotiva Comportamental.

Atende em consultório particular, com sessões baseadas em Terapia Racional-Emotiva Comportamental.

Faça contato e agende uma consulta.

10 visualizações

©2019 por TREC RJ.